Qual é o melhor vinho para acompanhar salmão?

Peixe e vinho combina bem quando os sabores se harmonizam. Sempre lembrando que o molho nesse caso domina o paladar. Assim, quando são cremosos recomendam-se vinhos brancos encorpados e quando levam tomate sugere-se o acompanhamento de vinhos tintos de médio corpo. Mas, precisa sempre se levar em consideração a maneira de preparação e os ingredientes de todo o prato. O melhor vinho para acompanhar salmão é aquele que permite aproveitar o sabor marcante desse peixe carnudo e com alto teor de gordura. Vamos descobrir?

A harmonização pode ser obtida de duas formas distintas para se conseguir combinações equilibradas: por contraposição entre as principais sensações da comida e do vinho ou por concordância quando as características do prato correspondem ao sabor do vinho em algum aspecto. Por exemplo, uma preparação mais ácida não poderia ser combinada com vinhos frescos e ácidos, pois a soma resultaria em algo agressivo e desagradável às papilas gustativas. O mesmo não aconteceria se utilizássemos um vinho encorpado para ser apreciado junto a pratos mais gordurosos.

Como princípio geral deve-se selecionar um vinho que combine com o peso e a energia da refeição, por isso comidas de sabores marcantes pedem vinhos saborosos e com mais corpo e pratos mais delicados ficam ideais com vinhos mais leves. Portanto, quanto mais complexos os sabores de um prato, mais difícil é encontrar um vinho que harmonize bem. Outra dica é fazer a harmonização da culinária regional com os vinhos da mesma região.


Salmão e vinho, uma combinação bem-sucedida
Salmão e vinho, uma combinação bem-sucedida

Vinhos brancos

Quando o salmão for preparado na chapa, grelhado ou salteado na manteiga com ervas, com molho de mostarda e mel, fizer parte de um sushi ou sashimi o recomendado é usar um vinho Chardonnay por ser delicado na medida. Vinhos com as uvas Viognier e Torrontés também são boas pedidas porque agregam sensações amanteigadas, leve doçura e riqueza de aromas de amêndoas e flores. Vejam as sugestões da Wine Lovers, para essas combinações:

O W of Paine Chardonnay, da vinícola chilena, William Cole Vineyards, feito com 100% Chardonnay, traz notas de frutas madura, abacaxi e azeitonas. Na boca possui persistência média. É um vinho leve, fresco com acidez suculenta e notas minerais.

O Tricky Rabbit Viognier/Chardonnay, da vinícola chilena, InVina, feito com 88% Chardonnay e 12% Viognier, possui notas de frutas cítricas, damascos, nozes, amêndoas e ervas picantes. O paladar é volumoso com toques de manteiga, melão e notas minerais com boa persistência.

O Finca Agostino Inicio Torrontés, da vinícola argentina, Finca Agostino, feito com 100% Torrontés, traz aromas de flores brancas, limão maduro e manga. Na boca apresenta notas de frutos tropicais e sabor intenso.

Se a preparação do salmão for ao molho cítrico de maracujá ou limão pede-se um vinho Sauvignon Blanc. Nossas sugestões:

O Saint Gènés Bordeaux Blanc, da vinícola francesa, Vignobles Famille Courselle, possui 30% Sauvignon Blanc, 30% Sauvignon Gris e 40% Sémillion. Com notas de frutas exóticas (citrinos, abacaxis e toranjas) e aromas florestais. É um vinho fresco, redondo e bem equilibrado.

O Pino Doncel Sauvignon Blanc, da vinícola espanhola, Bodegas Bleda, com 100% Sauvignon Blanc, combina notas de aromas de frutas cítricas e frescas com nuances tropicais. Na boca é uma explosão de sabores de frutas, possui amplitude e sensação untuosa combinada com boa acidez que mostra um equilíbrio perfeito.


Vinhos brancos são ideais para preparações mais leves
Vinhos brancos são ideais para preparações mais leves

Espumantes

Caso prefira um bom salmão defumado, o ideal são os espumantes brut e rosés. Como por exemplo, os vinhos:

Veuve Taillan Blanc de Blancs, da vinícola francesa, Boisset, com uma combinação das seguintes uvas brancas: Airen, Ugni Blanc, Colombard, Durello, Macabeu e Chardonnay. De cor dourada pálida, mas um bouquet dominante de polpa de fruta branca, maçã e pera. É um espumante limpo e refrescante. Aphros PAN Rosé, da vinícola portuguesa, Aphros Wine, é feito com 100% Vinhão. Possui notas de romã, frutas silvestres e folhas secas. É complexo, cremoso e fresco ao mesmo tempo.


Espumantes combinam com o defumado do salmão
Espumantes combinam com o defumado do salmão

Vinhos tintos

O salmão em pratos com molhos mais pesados de queijo ou com tomate pede um vinho com mais estrutura, no caso, um tinto leve das uvas Pinot Noir, Zinfandel e até Merlot. Confira os escolhidos:

El Salvaje Orgânico Pinot Noir, da vinícola argentina, Casa de Uco, tem 100% Pinot Noir. Uma expressão autêntica do seu terroir, com taninos macios e intensidade de cor moderada.

Halstead Pinot Noir, da vinícola californiana, Anders-Lane Artisan Wines, tem 100% Pinot Noir. Apresenta sabores de frutas como cereja e framboesa, especiarias, couro e cedro com acidez equilibrada, açúcar na medida. É um vinho rico, saboroso, com taninos polidos.

Artesana Zinfandel, da vinícola uruguaia, Artesana Winery, possui 100% Zinfandel. Aroma de frutos maduros, paladar redondo, com taninos suaves. Vinho muito elegante com bom potencial de guarda.

Estrada Creek Zinfandel, da vinícola californiana, tem 90% Zindanfel e 10% Carignan (todas vinhas velhas). Apresenta paladar intenso, características marcantes, com notas de cereja, pimenta negra e especiarias. Foffani Merlot, da vinícola italiana, Azienda Agricola Foffani, é produzido com 100% Merlot. Cor vermelho intenso, aromas de boa intensidade com presença de frutas vermelhas e ameixas. Com taninos mais leves que a maioria da sua categoria, possui corpo médio. É um vinho frutado e redondo.


Vinhos tintos leves e de corpo médio combinam bem com salmão no molho de tomate
Vinhos tintos leves e de corpo médio combinam bem com salmão no molho de tomate

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *