Vinhos californianos são excepcionais

Os EUA são o quarto maior produtor de vinho do mundo e atualmente o principal mercado consumidor de vinho. Embora o vinho seja produzido lá há mais de 300 anos, a indústria vitivinícola somente desenvolveu-se realmente a partir da Segunda Guerra Mundial. A produção está concentrada em quatro estados: Califórnia (responsável por cerca de 90% do total nacional), Estado de Washington, Oregon e Estado de Nova York. Portanto, os vinhos californianos são muito importantes para este setor do país.

Um mercado jovem, moderno e dinâmico, que alcançou um alto nível de qualidade graças a grandes investimentos e pesquisas de destaque. No entanto, a posição cultural do vinho nos EUA ainda está muito longe da Europa: o consumo per capita por ano é de pouco mais de 11,3 litros, apenas um quarto do consumo francês, por exemplo.  

  • Área de vinhedos: 380.000 ha 
  • Produção: 23.900.00 hl 
  • Consumo mundial: 13,4%
  • Tintos e rosés: 55% 
  • Brancos: 45%  

Wine Institute & OIV, 2018  

Califórnia 

Existem cerca de 213.000 ha de plantações que produzem vinho na Califórnia. Os vinhedos estão espalhados por mais de 1.000 km de norte a sul. Em termos de escala, se a Califórnia fosse considerada um único país, seria a quarta maior região produtora de vinho do mundo e a maior fora da Europa.  

A imensa área geográfica da Califórnia é acompanhada por uma grande diversidade climática, tornando possível o desenvolvimento de todos os tipos e estilos de vinho. As áreas mais reconhecidas do estado estão localizadas nos condados de Sonoma e Napa, ao norte da Baía de São Francisco; mas um ótimo trabalho também é feito em torno de Santa Cruz e Monterey, ao sul de San Francisco, e em locais ao longo da costa em direção a Los Angeles.

Norte de São Francisco  

Em Napa Valley, a diversidade das condições locais merece sua divisão em distritos ou sub-denominações. O condado de Sonoma é ainda maior e mais complicado. As AVAs (American Viticultural Areas – como se fosse a Indicação Geográfica Típica: IGT da Itália ou um Vin de Pays da França), saiba mais no artigo “Vinhos californianos – Os Segredos do Sucesso”, ao norte e à leste, como Alexander Valley e Dry Creek Valley, são mais quentes e produzem vinhos ricos de cabernet sauvignon, merlot e zinfandel.  

Napa produz há mais de um século os melhores vinhos tintos dos EUA, que atraem celebridades e investidores devido ao glamour das vinícolas. Por isso, as terras são ocupadas em quase sua totalidade, além de serem muito produtivas. Os vinhos deste vale, por causa da escassez de terras e da competitividade acirrada entre os proprietários podem ser bem mais caros do que de outras regiões. Vinhos californianos são sinônimo de qualidade, elegância e sofisticação.

O coração de Napa Valley é Rutherford, onde foram plantadas muitas cepas no solo de greda de cascalho e em platôs com boa drenagem no sopé das montanhas Mayacamas. Esta AVA inclui as melhores vinícolas californianas e algumas das terras mais admiradas do estado. Estes vinhos californianos são muito procurados e com um custo-benefício excelente. A uva cabernet sauvignon consegue expressar-se de maneira extraordinária e produz vinhos intensos e longevos.

Vista aérea do Napa Valley

Áreas vinícolas 

O Russian River Valley, no oeste, e Carneros ao sul (abrangendo Sonoma e Napa), têm um clima mais frio e produzem belos chardonnay e pinot noir. Em outras partes da costa, a produção de vinho é menos concentrada. O condado de Mendocino ao norte do Oceano Pacífico, tornou-se um centro de espumantes. Muitos produtores encontram as condições ideais para essas uvas que produzem os vinhos californianos base. Lake County, que fica mais para o interior e mais seco, é perfeito para cabernet sauvignon e sauvignon blanc.  

Sonoma compete de igual para igual atualmente com o Napa Valley com uma diversidade de solos, microclimas e variados relevos. Estas regiões são mais frias e elaboram vinhos incríveis das cepas pinot noir e chardonnay. Apesar da estrutura das AVAs ser complexa porque algumas se sobrepõem, ainda existem muitas terras adequadas para o cultivo, principalmente nos cumes frios da serra de Sonoma Coast. 

Carneros possui colinas verdejantes e está bem próxima da Baía de San Pablo, localizada mais ao sul de Napa na fronteira com o condado de Sonoma. O clima sofre influências dos ventos do Pacífico, deixando o tempo mais adequado para as uvas cabernet sauvignon, merlot, syrah, pinot noir e chardonnay. Atraindo o investimento de vinícolas espanholas e francesas apenas para a produção de espumantes com essas variedades. 

Sonoma possui clima de montanha e produz vinhos mais intensos em cor e sabor

Regiões litorâneas

Os vinhedos do centro e do sul da Califórnia se estendem de São Francisco à Santa Bárbara, com um bolsão mais ao sul em direção a San Diego. O Condado de Monterey produz chardonnay e pinot noir em condições muito frias e frescas. No meio do caminho entre São Francisco e Los Angeles, a região de Paso Robles é muito popular por suas combinações de Rhône (syrah, grenache e mourvèdre em particular). Em uma das áreas de vinhedos mais ao sul da Califórnia, ao redor de Santa Bárbara e Santa Ynez, o ar fresco do Pacífico se infiltra pelas montanhas, permitindo a produção de belos pinot noir, chardonnay e merlot. 

Monterey é a região da Califórnia mais conhecida pelos vinhos brancos produzidos com as uvas chardonnay e riesling desde Watsonville até o vale do rio Salinas. Algumas vinícolas também trabalham com uvas tintas como pinot noir e syrah. O local obteve muitos investimentos importantes e até replantios realizados por empresas privadas interessadas em comercialização das uvas para grandes vinícolas de outras regiões. 

Santa Ynez, ao sul da Califórnia, recebe a brisa marítima e produz vinhos com toques vegetais

Sugestões Wine Lovers

A Wine Lovers acaba de receber novos vinhos californianos de regiões muito reconhecidas pelo público e crítica. 

  • Monterey County-Santa Lucia – vinícola Anders-Lane Artisan Wines

O vinho Mandolin Chardonnay tem 100% chardonnay, de coloração intensa e estrutura. Aromas de nectarina, lima, brioche e cedro. Sabores de frutas tropicais exuberantes, notas de raspas de limão ao final, sensação cremosa na boca, equilibrado por acidez e carvalho integrado. Ideal com carnes leves e massas ao molho de queijo.

O vinho Mandolin Pinot Noir possui 100% pinot noir, no nariz apresenta notas de cereja madura, especiarias e toque salgado. Sabores de frutas como morango, com acidez equilibrada, açúcar na medida certa e algo mineral. Apresenta corpo médio. Um vinho rico, saboroso e de taninos polidos. Ideal sozinho ou com massas ao molho vermelho. 

  • Carneros-Napa Valley – vinícola Anders-Lane Artisan Wines

O vinho Waterstone Chardonnay tem 100% chardonnay. Aromas de raspas de limão, pêra branca, pastelaria doce e avelã levam a um paladar cremoso com sabores frescos de limão e um toque de mineralidade. Ideal com carnes leves e massas ao molho de queijo. 

  • Napa Valley – vinícola Anders-Lane Artisan Wines

O vinho Waterstone In Studio Red possui 54% cabernet sauvignon, 28% syrah e 18% petite syrah. A complexidade e o equilíbrio desta safra foram alcançados por meio de diversas origens, e esse casamento de variedades cria um tinto intrigante. Uma mistura vermelha ousada que oferece vibrantes frutos de cereja preta, ameixa com especiarias e aromas leves de cedro. A suculenta cereja vermelha e preta persiste por um longo final neste vinho generoso. Ideal sozinho ou com massas ao molho vermelho. 

  • Napa County – vinícola Roots Run Deep Winery

O vinho Educated Guess Cabernet Sauvignon tem 85% cabernet sauvignon, 7% merlot, 5% petit verdot e 3% cabernet franc. É suntuoso, exuberante e encorpado com sabores de frutas suculentas como groselha negra, ameixa negras e amora, raspas de chocolate ao leite, tabaco, couro e notas tânicas, tudo amarrado com um acabamento de carvalho tostado, taninos sedosos e um final persistente. Um vinho muito gastronômico. Combina com carnes vermelhas, costela e churrasco.

  • Sonoma Coast – vinícola Roots Run Deep Winery

O vinho Educated Guess Pinot Noir possui 100% pinot noir. Vinho profundo, rico e concentrado em cor e textura com deliciosos sabores de morango maduro, ameixa negra, cereja vermelha, frutas silvestres e especiarias com taninos firmes no final. Ideal com frango, camarão grelhado e salmão.

  • Napa Valley e outras – vinícola Roots Run Deep Winery

O vinho Educated Guess Reserve Red Wine Blend é feito com 85% merlot (Napa Valley) e cabernet sauvignon (Oak Knoll e St. Helena), 10% cabernet sauvignon (Lake County) e 5% petite sirah (Lodi). Esta mistura de vinho tinto de Napa Valley é rica, texturizada e complexa, com sabores de frutas vermelhas e negras como groselha, amora, cereja preta e chocolate. Notas de ervas tostadas, compota de frutas escuras e notas de cacau se entrelaçam com taninos suaves para um final longo. É um vinho rico, encorpado, maduro, profundo com sabores incríveis. Combina com carne suína e pizzas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *